Apesar da micropigmentação ser considerada um procedimento semi-definitivo, se houver falhas na aplicação das técnicas, sobretudo se elas não forem realizadas por profissionais experientes, é possível amenizar os danos e reverter os processos por meio da despigmentação.

Assim como se pigmenta a pele, as sobrancelhas e o couro cabeludo é possível despigmentá-los. Vale ressaltar que essa ação pode ser parcial ou total. Método bastante comum para despigmentar a pele e a sobrancelha é a aplicação de ácidos que promovem a renovação celular, descamam a cútis e, gradualmente, removem a pigmentação.  Usa-se um ou mais agentes químicos na pele com o objetivo de afinar, esfoliar e regenerar os tecidos. Essa técnica é adequada apenas para procedimento de micropigmentação, porém, procedimentos que passaram por muitos retoques poderão não responder bem a essa técnica.